Amil abre vagas para residência médica com bolsa de R$ 10.400 mais benefícios

As inscrições podem ser feitas até o dia 01 de fevereiro.

De acordo com a publicação Demografia Médica no Brasil 2018, organizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, pelo Conselho Federal de Medicina e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, o país tem hoje 5.486 especialistas em Medicina de Família e Comunidade.

Embora muitos confundam esse profissional com um clínico geral, o médico de família ocupa a 16ª posição do ranking de especialidades com maior número de títulos no Brasil. No entanto, movimentos da saúde privada pretendem mudar essa realidade e os resultados já começam a aparecer. Segundo a pesquisa, em 2017, a Medicina de Família e Comunidade, que reúne apenas 1,4% dos profissionais em atividade, passou a representar 4,4% de todos os médicos residentes.

Para estimular ainda mais a atuação desse profissional, a Amil, uma das maiores operadoras de planos de saúde do país, lançou este mês sua primeira residência em Medicina de Família e Comunidade. A iniciativa, ainda pouco frequente na saúde suplementar, visa selecionar 20 residentes para início em março de 2019. Os médicos terão a oportunidade de atuar dentro de unidades da operadora voltadas para atenção primária, nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. O programa tem duração de dois anos e é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM/MEC.

A inscrição pode ser realizada pelo site http://www.edudata.com.br/ até às 16h do dia 01 de fevereiro, mediante pagamento da taxa de R$ 200,00. A prova objetiva será realizada no dia 9 de fevereiro. A remuneração da bolsa de residência é de R$ 10.400,00 e os selecionados também terão direito a assistência médica e odontológica, auxílio-refeição, subsídio para prática de atividades físicas, seguro de vida e vale-transporte. Outros benefícios são o incentivo financeiro para participação em congressos e o acesso gratuito ao portal BMJ Best Practice, que consiste em um vasto acervo de pesquisas, protocolos e diretrizes para apoiar a tomada de decisões clínicas baseadas em evidências.

“Alguns dos diferenciais do Programa da Amil são a excelência do corpo clínico de instrutores, com um médico preceptor para cada residente; a estrutura física diferenciada, com recursos materiais e tecnológicos de primeira linha; e o equilíbrio entre ensino técnico e teórico, proporcionando uma base sólida de assistência e aprendizado aos alunos ”, explica Nulvio Lermen, diretor-médico de Serviços Ambulatoriais da Amil.

O Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade faz parte de uma série de investimentos da Amil em coordenação do cuidado. Atualmente, a Amil mantém 34 clínicas voltadas para a atenção primária em São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraná e Pernambuco, alcançando 220 mil beneficiários. Essas unidades – chamadas Amil Espaço Saúde – contam com médicos de família, enfermeiros e agentes de saúde, além de fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos. Também oferecem programas de prevenção e de promoção da saúde, como combate ao tabagismo, planejamento familiar e emagrecimento. Hoje, 89% dos beneficiários atendidos por médicos de família em unidades do Amil Espaço Saúde têm seus problemas de saúde solucionados sem necessidade de encaminhamento para outros especialistas. Além disso, há um registro de queda de 30% na hospitalização dos pacientes engajados. Recentemente, a empresa contratou 400 profissionais para compor suas equipes de atenção primária, entre médicos, enfermeiros e técnicos. Também fez uma parceria inédita com a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein para treinamento de 80 médicos em técnicas de atendimento em medicina de família. Para 2019, a previsão é a inauguração de mais unidades do Amil Espaço Saúde, sendo a próxima em São Bernardo do Campo, em São Paulo.

backlink: http://aconteceamil.com.br/amil-abre-vagas-para-residencia-em-medico-de-familia-e-comunidade/?utm_source=JAN+3&utm_medium=Newsletter&utm_campaign=News+2019